Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cozinha de Verdade

"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo." Paulo Coelho

Cozinha de Verdade

"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo." Paulo Coelho

03
Jan16

O crossfit e eu!

Cozinha de Verdade

Olá olá. Então como vão esses treinos?

 

Costumo treinar em casa com o pouco material que tenho e com planos de treino elaborados por mim. Não tenho formação em desporto mas treinar tornou-se uma paixão.

Conheci o crossfit através do coach Bruno Salgueiro (Dicas do Salgueiro) e simplesmente adorei. Até então nunca tive oportunidade de experimentar um treino a sério numa box...até que aconteceu...Sinceramente estava nervosa eu nunca tinha feito nada parecido e sabia que é um treino que nos leva ao limite físico e psicológico.

Mas lá fui eu até à box 5.7 crossfit (que é TOP a todos os níveis) em Guimarães.

Cheguei equipei-me e esperei. Vi o treino de algumas pessoas e pensei "onde me vim meter?". Mas já não tinha hipótese de fugir né?

O treino começou com o aquecimento de 6 minutos de saltos de corda e mais 2 exercícios no final. Até aqui tudo ok. Passámos à segunda parte. Mais puxada. As pernas começaram a dar sinal que por lá alguma coisa estava a doer mas tudo bem ignora-se e continua-se. A seguir veio a parte do treino denominada "mobility" que tem como objetivo aumentar a amplitude articular e corrigir posturas incorrectas associadas ao tónus muscular inadequado. Logo depois veio o treino de força e foi aqui eu eu quase faleci e não foi por fazer os exercícios com um peso hiper mega "pesado". Eram 3 exercicos o push press, front squat e outro que já não me lembro. Fiz com uma barra de 10kg e as minhas pernas pareciam varas verdes ao fim da 2ª ronda. Estão a imaginar? 10kg e pernas a tremer não deviam combinar. No fim pensei. "Ok vamos lá alongar que eu já estou k.o e de certeza que no fim disto já não há mais". Enganei-me. O WOD o maldito WOD estava escrito naquele quadro preto. Quando nos estavam a explicar os exercícios eu estava a pensar "Como vou fazer isto? Alguém me explica? Ninguém nota que eu já estou no limite das minhas forças!".

Tinhamos 15 minutos para realizar a tarefa 3 exercicos em que tinhamos que fazer 20, 15, 10 repetições de cada um sendo que no fim tínhamos que fazer 5 burpees só que ao contrário. Ainda não tinha acabado a primeira ronda e a minha mente já estava com os alarmes todos ligados a dizer-me para parar, para desistir, que não ia conseguir. E sabem o que fiz? Fui teimosa! Não lhe liguei. Ignorei-a e fiz o treino até ao fim. Ela não podia ser mais forte que eu!

Acabou e foi hora de alongar. 

 

Ok e agora vocês pensam. Mas é assim um treino tão torturante? Eu respondo. Depende. Se fores para lá fazeres que fazes não é. Se fores com o objetivo, com um foco seja ele qual for pode tornar-se um pouco torturante. Mas afinal qual é o exercício/treino que não custa? Que não faz doer?

Mas para mim o melhor foram os desafios que a minha mente me impôs exercício após exercício e que eu ultrapassei. Era mais fácil ter desistido, era mais fácil dizer "eu não consigo" mas no fim não havia a certeza que posso sempre ir mais além. Que o que acho que são os meus limites podem ser ultrapassados sejam eles físicos ou psicológicos. 

Fiquei com a certeza que com o crossfit ficamos com um corpo e uma mente mais fortes!

Recomendo a 1000%!!!

 

P.S.: Passado 4 dias ainda me doem as pernas :-P

1930083_950019165081413_3384829211458517960_n (1).